PSOL inicia prévias para definir candidatura à Prefeitura de São Paulo

Compartilhe agora

A direção do PSOL na cidade de São Paulo definiu que quem decidirá a candidatura do partido para concorrer à Prefeitura da maior metrópole da América Latina será a base do partido através de prévias durante as plenárias municipais do VII Congresso Nacional do PSOL.

As inscrições para participar do processo se encerram nesta semana e nomes de peso vão participar do democrático processo interno do partido: a deputada federal Sâmia Bomfim, o deputado estadual Carlos Giannazi e Guilherme Boulos, coordenador nacional do MTST e ex-candidato à Presidência do PSOL em 2018. Boulos anunciou também que sua pré-candidata a vice-prefeita é Luiza Erundina, deputada federal e ex-prefeita de São Paulo.

LEIA TAMBÉM:
MPF dá cinco dias para Onyx explicar critérios para concessões do Bolsa Família

Regina Duarte leva ‘pito’ de general Ramos

15 de março é a ‘tábua de salvação’ para Bolsonaro, diz dono da Parana Pesquisas

A primeira plenária para a militância do partido está marcada para o próximo domingo (15), às 13h no Sinpro (Rua Borges Lagoa, 208 – próximo ao metrô Santa Cruz). Ao total serão cinco plenárias na cidade, entre março e abril, para que os militantes do PSOL possam participar e decidir quem será o candidato ou candidata majoritária do partido nas eleições deste ano em São Paulo.

Conheça os candidatos nas prévias do PSOL para concorrer à Prefeitura de São Paulo em 2020:

Carlos Giannazi – Professor e diretor de escolas públicas da rede estadual de São Paulo, está atualmente em seu quarto mandato de deputado estadual na Alesp. Foi o terceiro mais votado do estado e o mais votado da oposição ao governo tucano de João Doria nas eleições de 2018, com 218.705 votos. Também foi vereador da cidade de São Paulo entre 2000 e 2006 e já foi candidato à prefeitura de São Paulo pelo PSOL em 2012.

Sâmia Bomfim – Formada em Letras na USP e servidora da universidade, começou sua militância no movimento estudantil e foi uma das principais lideranças do movimento conhecido como Primavera Feminista em 2015 e 2016. Eleita como a vereadora mais jovem da história de São Paulo em 2016 e tornou-se deputada federal dois anos depois com 249.887 votos, a 8ª mais bem votada de São Paulo. É a mais jovem da bancada do PSOL na Câmara dos Deputados.

Guilherme Boulos/Luiza Erundina – Boulos é professor e coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST). Uma das prinicipais lideranças de esquerda do país, foi candidato do PSOL à Presidência em 2018 e teve 617.122 votos. Em sua chapa, conta com a experiência de Luiza Erundina, a mais experiente deputada federal do Brasil e ex-prefeita de São Paulo (1989-1992). Nordestina, foi a primeira mulher à frente da maior cidade da América Latina.

As informações são do PSOL.