Humberto Costa

Humberto Costa afirma que Bolsonaro usou indevidamente rede de rádio e TV

Compartilhe agora

Humberto Costa
Senador Humberto Costa (PT-PE).
O senador Humberto Costa (PT-PE) afirmou, nesta sexta-feira (13), em Plenário, que vai avaliar se o presidente da República, Jair Bolsonaro, incorreu em crime de responsabilidade por ter usado a rede de rádio e televisão na noite de quinta-feira (12) para pedir que os seus apoiadores “deixem para depois” a manifestação programada para o próximo domingo em vez de comunicar o que o governo está fazendo para conter a epidemia do novo coronavírus.

LEIA TAMBÉM:
Bolsonaro jura em rede social que seu teste de coronavírus deu negativo

UNE cancela manifestações do dia 18 para evitar risco de coronavírus

Governo recomenda cancelamento de eventos por causa do coronavírus

Ao lembrar que um dos motivos para mobilizar a população em torno do governo foi a indefinição quanto à destinação de parte do Orçamento de 2020, Humberto Costa destacou que o acordo entre Jair Bolsonaro e parlamentares integrantes do chamado Centrão não pode ser atribuída exclusivamente ao Legislativo.

Ele acredita que o objetivo de Bolsonaro ao tratar como justas as manifestações é derrubar a democracia e implantar uma ditadura no país.

— Quer dizer, ele continua com o facão em cima do Congresso, em cima do Supremo, mobilizando a população para desrespeitar a independência e a autonomia dos poderes, em torno de um problema que ele é o maior causador.

Humberto Costa ainda disse concordar com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, criticou o ministro da Economia, Paulo Guedes, por não apresentar, em reunião com parlamentares nesta semana, qualquer proposta do governo para o enfrentamento ao coronavírus num curto prazo.

O senador petista não sabe se Guedes não apresentou nada por determinação do governo ou porque não tem um plano para enfrentar as consequências sociais e econômicas da pandemia.

As únicas medidas apresentadas pelo governo para o enfrentamento de todas as crises — sanitária, econômica e financeira — estão sendo adotadas há algum tempo e não surtiram os efeitos desejados, disse o senador. E isso, segundo ele, passa a sensação de que o país não tem uma liderança que aponte um caminho.

— É corte de gastos, é privatização, é limitação orçamentária, é tudo. E não deu certo. Continuam milhões desempregados, esse crescimento econômico pífio, o aprofundamento da pobreza, da desigualdade, a volta da fome, o sofrimento dos mais pobres.

Assista ao vídeo do pronunciamento de Humberto Costa:

Bolsonaro foi irresponsável ao minimizar coronavírus e estimulou muita gente a não se prevenir

Bolsonaro foi irresponsável ao minimizar coronavírus e estimulou muita gente a não se prevenir

Posted by Humberto Costa on Friday, March 13, 2020

As informações são da Agência Senado.