Gustavo Bebianno sobre Carlos Bolsonaro: “É um rapaz que tem problemas graves psicológicos”

Compartilhe agora

O Blog do Esmael fez um resumo da entrevista de Gustavo Bebianno no programa Roda Viva. Confira:

  • “Durante os dois anos de convivência que eu tive com o presidente Jair Bolsonaro, ele demonstrava uma pessoa diferente daquela do seu passado”
  • “Se nós continuarmos no caminho que estamos não vai terminar bem”
  • “Todo mundo tem um lado bom, #elenão” (sobre Carlos Bolsonaro)
  • “Qualquer pessoa que tenha um milímetro de divergência é taxada como inimiga, como comunista, como esquerdista. Isso é um grande equívoco”
  • “O presidente quando adota essa postura, se revela um homem extremamente covarde, covarde. Covarde ou maluco” (sobre acusação de Bolsonaro sobre sua participação no evento da facada)
  • “Depois da gestão absurda da presidente Dilma, o Brasil elegeria novamente um petista?”
  • LEIA TAMBÉM
    Adélio Bispo vai ser transferido para “tratamento adequado”, decide Justiça Federal

    Eduardo Bolsonaro: “tinham uns caras que queriam ou me comer ou dar para mim”

    Comandante da Força Nacional diz que PMs amotinados foram “gigantes”

  • “Não teve mensagem disparada. Nem mensagem verdadeira, nem mensagem falsa, nem campanha. Zero”
  • “A minha relação com Flávio foi uma relação muito superficial e à distância”
  • “O Brasil não dava pra eleger o Haddad novamente”
  • “O antipetismo pôs os Bolso pra dentro”
  • “A única viagem que o Carlos fez conosco foi essa em Juiz de Fora e ainda deu azar, atrapalhou o esquema de segurança” (sobre o dia da facada)
  • “É um rapaz que tem problemas graves psicológicos” (sobre Carluxo)
  • “A minha mágoa com o Jair é que ele nunca me ouviu”
  • “Eu era agredido covardemente pelas costas”
  • “Existe uma paranoia familiar de não confiar em ninguém” (sobre os Bolsonaro)

Assista Bebianno falando sobre Carlos Bolsonaro: