Gleisi Hoffmann representa contra Carla Zambelli e Bia Kicis por incitação e apologia ao crime

Compartilhe agora

A deputada federal e presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PR), ingressou hoje (2), junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), com representações criminais contra as deputadas federais, Carla Zambelli (PSL-SP) e Bia Kicis (PSL-DF), por incitação e apologia ao crime, tipificados nos termos dos arts. 286 e 287 do Código Penal.

Zambelli e Kicis compartilharam em suas redes sociais, Twitter e Facebook, o vídeo da deputada Gleisi Hoffmann em que tentam agredi-la, tanto moral como fisicamente, por alguns hóspedes em um hotel no Rio de Janeiro.

LEIA TAMBÉM:
Bernie Sanders disputa ‘Super Terça’ na condição de favorito nesta terça-feira

Reinaldo Azevedo: Sérgio Moro é um vírus muito pior que o coronavírus

Reforma tributária deveria incluir imposto sobre grandes fortunas, diz Paim

Nestas publicações, as deputadas representadas parabenizam e incentivam os atos violentos praticados contra Gleisi Hoffmann, incitando que mais atitudes como essas se repitam. A atitude das deputadas extrapola consideravelmente os limites da liberdade de expressão e da legalidade, enquadrando-se nos tipos penais referidos.

Veja a íntegra das representações:

representação-stf-carla-zambelli

representação-stf-bia-kicis

As informações são do PT.