UFPR

Federal, PUC, UTFPR e Positivo suspendem aulas a partir de segunda,16

Compartilhe agora

UFPR-825x550
As universidades públicas e privadas – UFPR, UTFPR, PUC e Positivo – divulgaram um comunicado conjunto neste domingo (15) sobre a decisão de suspender a partir desta segunda-feira, 16, as atividades letivas presenciais pelo prazo de 14 dias, para evitar o risco de contágio do novo coronavírus (Covid-19).

Os reitores das quatro instituições assinam conjuntamente o documento.

Leia a íntegra do comunicado:

Após ouvidas as secretarias municipal e estadual de saúde e considerando as especificidades das instituições aqui presentes, chegou-se a uma conclusão consensual quanto à imensa preocupação da continuidade das atividades letivas nas instituições de ensino superior (IES).

Em razão disso e considerando as naturezas jurídicas diferentes entre as IES públicas e privadas, UFPR e UTFPR decidem suspender, a partir de amanhã, 16 de março, as atividades letivas presenciais pelo prazo de 14 dias, inclusive para planejar e atender as condições de prevenção necessárias no combate ao COVID-19 recomendadas pelas próprias autoridades públicas de saúde (a exemplo de itens de higiene como álcool gel e sabonetes, praticamente ausentes no mercado).

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro tira selfie com cartaz de “Fora Maia” ao fundo; veja

American Airlines suspende voos dos Estados Unidos para o Brasil

França fecha todos os cafés, restaurantes, teatros, discotecas e cinemas

As demais instituições presentes, em razão das suas especificidades, irão, a partir desta segunda-feira, encaminhar reuniões para definir eventual e progressiva suspensão de suas atividades.

Certas de que possuem um compromisso com a ciência e com as suas respectivas comunidades universitárias, e compromissadas com o diálogo permanente com as secretarias de saúde, as IES também partilham da preocupação de orientar e conscientizar seus alunos, docentes e funcionários com relação ao coronavírus e manifestam sua vigilância para a prevenção e o combate à pandemia.

Assinam esta nota os reitores da UFPR, PUC, UTFPR e Positivo.