Coronavírus já matou mais nos EUA que os atentados de 11 de setembro de 2001

Publicado em 31 março, 2020

Informações divulgadas pelo rastreador online da Universidade Johns Hopkins mostraram que o número de vítimas fatais do coronavírus nos Estados Unidos ultrapassou a quantidade de mortos nos atentados de 11/09/2001, chegando a mais de 3 mil pessoas. Mais de 163 mil pessoas estão infectadas no país.

O epicentro local da pandemia é o estado de Nova York, no qual mais de 67 mil pessoas estão infectadas e mais de 1,2 mil faleceram em decorrência da covid-19. A cidade de Nova York, por sua vez, sofreu com mais de 914 mortes até o momento. Infelizmente, as coisas tendem a piorar.

Segundo projeções da força-tarefa contra o coronavírus criada pela Casa Branca, o cenário mais catastrófico vitimaria em torno de 2,2 milhões de pessoas.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro se envolve em novo ‘bate-boca’ durante entrevista; assista

UNE: “Golpe e ditadura não se comemoram, se repudiam!”

Moro viras as costas para Bolsonaro e apoia ministro da Saúde

O presidente Donald Trump, que inicialmente não demonstrava grandes preocupações com a doença, declarou que consideraria uma vitória, ainda que amarga, caso os esforços para conter a ameaça restrinjam o alcance mortal do vírus a 200 mil fatalidades.

Com informações do TecMundo.