Contas do governo Bolsonaro devem ser aprovadas pelo TCU, mas com ressalvas

Compartilhe agora

O Tribunal de Contas da União (TCU) deve analisar as contas do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no dia 10 de junho. A tendência é que elas sejam aprovadas, mas com ressalvas.

De acordo com a coluna da jornalista Mônica Bergamo , na Folha de S.Paulo, desta segunda-feira (16), entre os temas que terá atenção especial está o das isenções fiscais, que deve merecer pelo menos um apontamento e não necessariamente uma ressalva formal. Auditores do tribunal entendem que o governo não agiu com o senso de urgência necessário ao assunto.

LEIA TAMBÉM:
Bolsonaro declara guerra ao Congresso e ao STF; agora ele poderá sofrer impeachment

Edifício Copan em São Paulo tem “Fora, Bolsonaro!”; assista

Bolsonaro desafia Maia e Alcolumbre a saírem às ruas em entrevista na CNN Brasil

Serão avaliados também os gastos da Secretaria de Comunicação (Secom) com publicidade, sob a perspectiva técnica e de preservação da liberdade de imprensa.