Biden e Sanders polarizam apuração na Super Terça do Partido Democrata nos EUA

Sanders venceu a primária presidencial democrata na Califórnia, conquistando o maior prêmio na Super Terça-feira: 415 delegados.

O ex-vice-presidente Joe Biden e o senador Bernie Sanders polarizam a apuração dos resultadas da Super Terça, desta terça-feira (3), nas primárias do Partido Democrata em 14 estados dos Estados Unidos.

A polarização eliminou na prática os demais que buscavam a nomeação para a disputa presidencial deste ano.

Na reta final da Super Terça, o ex-vice-presidente Joseph R. Biden Jr. ressuscitou uma campanha que estava à beira do colapso.

LEIA TAMBÉM
Bernie Sanders vai vencer primárias do Partido Democrata, diz pesquisa da The Economist

Bolsonaro quer acabar com o SUS; Bernie Sanders propõe criação de um SUS

Palácio do Planalto confirma posse de Regina Duarte nesta quarta-feira

Sanders venceu a primária presidencial democrata na Califórnia, conquistando o maior prêmio na Super Terça-feira: 415 delegados, o que o mantém firme na disputa pelo direito de concorrer com atual presidente Donald Trump, do Partido Republicano, na eleição de novembro próximo.

“Você não pode derrotar Trump com o mesmo tipo de política antiga”, declarou Sanders, listando uma lista de diferenças políticas anteriores com Biden em segurança social, comércio e força militar. “Isso se tornará um contraste de idéias.”

De acordo com analistas políticos americanos, pode levar semanas – ou meses – para o partido escolher um deles –Bernie ou Biden– para assumir o presidente Donald Trump nas eleições gerais de novembro.

A totalização dos votos na Super Terça ainda não foi concluída.