Veja a lista de livros censurados pelo governo de Rondônia em pleno século 21

Compartilhe agora


O governo de Rondônia, extremo norte do país, determinou o recolhimento de 42 obras literárias por considerar de “conteúdo inadequado’ para as escolas da rede pública do estado. Alguns livros da lista de censura são clássicos da literatura brasileira de nomes como Machado de Assis, Euclides da Cunha, Mário de Andrade, Nelson Rodrigues, Ferreira Gular, Rubem Fonseca, entre outros.

O governador do estado é o coronel Marcos Rocha (PSL), que reza pela cartilha ideológica de Olavo de Carvalho, o guru do presidente Bolsonaro. Do “index” bolsonarista não escapou nem os geniais Edgar Allan Poe e Franz Kafka (sim, aquele mesmo que o analfabeto funcional que ainda ocupa o MEC trocou por kafta).

LEIA TAMBÉM:

Governador bolsonarista de Rondônia manda recolher clássicos da Literatura das escolas

Em pleno século XXI ainda temos que lidar com manifestações tão absurdas de obscurantismo e atraso. Apenas a eterna vigilância da sociedade pode assegurar o primado da liberdade contra os impulsos neofascistas do governo de extrema-direita e de seus aliados nos diversos escalões da República.

Confira a lista de livros censurados pelo governo de Rondônia: