Trabalhadores de aplicativos realizam protesto em Londrina (PR)

Compartilhe agora


Dezenas de trabalhadores de aplicativos de entrega de comida como UberEats, Rappi e iFood realizaram um protesto na tarde desta terça-feira (4) em Londrina, norte do Paraná. Os manifestantes fecharam parcialmente a avenida Higienópolis, região central da cidade.

A reivindicação básica do movimento é o aumento da remuneração dos serviços, que são extremamentes baixas. Além de terem que utilizar o próprio veículo e trabalharem sem nenhum vínculo empregatício, enfrentam ainda riscos de vida no trânsito.

O trabalho precarizado está em expansão vertiginosa no Brasil, são milhões de motoristas, entregadores de alimentos e de diversos produtos por aplicativos.

O desemprego e a precarização nas relações dos trabalho são resultados de uma escalada da política neoliberal na economia mundial e em nosso país – aprofundada partir do golpe de 2016 -, e radicalizada no governo Bolsonaro.

A luta organizada e coletiva é a saída para os trabalhadores com relações precarizadas de trabalho para enfrentar as corporações econômicas que controlam os aplicativos.