Sargento preso com cocaína na Espanha tem pena diminuída

Compartilhe agora

O sargento da FAB Manoel Silva Rodrigues, que foi preso na Espanha com 39 quilos de cocaína, fez um acordo com a promotoria espanhola e vai cumprir pena de seis anos e um dia de prisão.

É uma redução da condenação anterior, de oito anos. Rodrigues também deve pagar uma multa de 2 milhões de euros (cerca de R$ 9,5 milhões, na cotação atual).

LEIA TAMBÉM:
Moro diz que ‘se confundiu’ ao usar Lei de Segurança Nacional contra Lula

GloboNews não teve como esconder o carnaval do Fora Bolsonaro; assista

Abraham Weintraub caiu do MEC, diz Globo

A pena foi diminuída depois da admissão de culpa por parte de Rodrigues. A promotoria considerou que o militar brasileiro foi sincero ao reconhecer seus crimes.

Rodrigues foi preso na Espanha em 25 de junho de 2019. Ele havia viajado a Sevilha com 39 kg de cocaína na bagagem, e ia em um dos voos da comitiva que levava o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a um encontro do G20, no Japão.

Com informações do G1.