sociologos criticam bolsonaro

PSOL aciona Comissão de Ética da Presidência contra Bolsonaro por ofensa a jornalista da Folha

A bancada do PSOL na Câmara dos Deputados protocolou um pedido de apuração contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Comissão de Ética da Presidência por ele ter violado a Conduta da Alta Administração Federal ao insultar a jornalista Patrícia Campos Mello, do jornal Folha de S.Paulo.

Na manhã desta terça-feira (18), Bolsonaro insultou a jornalista com uma insinuação sexual.

“Ela [Patrícia] queria um furo. Ela queria dar o furo a qualquer preço contra mim [risos dele]”, disse o presidente na saída do Palácio da Alvorada.

LEIA TAMBÉM:
Por muito menos, mídia defendeu o impeachment de Collor e Dilma #ImpeachmentDeBolsonaro

Miriam Leitão, na Globo, pede o impeachment de Bolsonaro; assista ao vídeo

Deputadas reagem a Bolsonaro: “Brasil deu uma fraquejada e tem um presidente machista no Planalto”

Para os deputados do PSOL, “os ataques aos jornalistas empreendidos pelo Presidente são incompatíveis com os princípios da democracia, cuja saúde depende da livre circulação de informações e da fiscalização das autoridades pelos cidadãos. As agressões cotidianas aos repórteres que buscam esclarecer os fatos em nome da sociedade são incompatíveis com o equilíbrio esperado de um Presidente”.

Com informações do PSOL.