PSL repudia veementemente apoio de Bolsonaro às manifestações do dia 15 de março

Jair Bolsonaro se desfiliou da legenda comandada por Luciano Bivar em novembro do ano passado.
O PSL, antigo partido de Jair Bolsonaro, se manifestou nesta quarta-feira (26) sobre o apoio do presidente da República às manifestações do dia 15 de março em defesa do fechamento do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal.

Em nota divulgada no Twitter, o partido afirma que “o presidente Jair Bolsonaro ataca a democracia ao defender as manifestações do dia 15 de março contra o Congresso”.

LEIA TAMBÉM:
Renan Calheiros: “a cara medonha do monstro [Bolsonaro] está exposta”

STF estuda o impeachment de Bolsonaro

Dilma: “Bolsonaro e Heleno estão atentando descaradamente contra a constituição e a democracia”

A nota diz ainda que “o PSL repudia veementemente a atitude, que fere as instituições e o equilíbrio entre os Poderes”.

Confira: