Paulo Guedes

Paulo Guedes pede desculpas por chamar servidores de “parasitas”

Compartilhe agora

Paulo Guedes O ministro da Economia, Paulo Guedes, pediu desculpas nesta segunda-feira (10) por ter chamado os servidores públicos de “parasitas”.

“Eu me expressei muito mal, e peço desculpas não só a meus queridos familiares e amigos, mas a todos os exemplares funcionários públicos a quem descuidadamente eu possa ter ofendido”, disse o ministro em mensagem de Whatsapp enviada a jornalistas.

LEIA TAMBÉM:
Dilma diz Bolsonaro está destruindo o Bolsa Família

Covas e Doria não investiram em prevenção de enchentes em São Paulo

Glenn Greenwald: execução de Adriano causou dilema nos Bolsonaro

Na mensagem de Whatsapp, Guedes também jurou que sua fala foi tirada de contexto e que se referia a estados e municípios em casos extremos quando toda a receita vai para salários, e não para saúde, educação e segurança.

“Se o estado existe para si próprio então é como um parasita —o estado perdulário— maior que o hospedeiro —a sociedade”, afirmou o ministro.

Na última sexta-feira (7), em uma palestra na Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro, Guedes declarou: “O funcionalismo teve aumento de 50% acima da inflação. Tem estabilidade de emprego, tem aposentadoria generosa, tem tudo. O hospedeiro está morrendo, e o cara virou um parasita. O dinheiro não chega ao povo, e ele quer aumento automático. Não dá mais”.

Com informações do G1.