MPF contesta na Justiça a nomeação de missionário na Funai

Compartilhe agora

O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou uma ação civil pública nesta terça-feira (11) para suspender a nomeação do missionário Ricardo Lopes Dias. Ele foi nomeado para a Coordenação Geral de Índios Isolados e de Recente Contato da Fundação Nacional do Índio (Funai).

A nomeação do missionário foi confirmada na semana passada e causou protestos entre os povos indígenas.

Bolsonaro nomeia missionário para setor de índios isolados da Funai

Índios e seringueiros da Amazônia se unem contra Bolsonaro

Bolsonaro denunciado em Tribunal Internacional por incitar genocídio de índios

Índia bolsonarista diz que culpa das queimadas é dos índios, assista

Ricardo é formado em teologia e atuou por anos na Missão Novas Tribos do Brasil (MNTB), organização que tem por objetivo a evangelização de indígenas.

Com informações do UOL.