“Moro de saias” é notificada sobre processo de perda de mandato

Publicado em 14 fevereiro, 2020
Compartilhe agora!

O senador Eduardo Gomes (MDB-TO) deve apresentar no dia 3 de março o relatório sobre a perda do mandato da senadora juíza Selma Arruda (Podemos-MT), também conhecida como “Moro de saias”.

LEIA TAMBÉM:
Bolsonaro ‘adota’ Hans River como novo ícone da extrema-direita

Greve dos petroleiros vai parar o Brasil na semana que vem por falta de combustíveis

IBGE: Desemprego cai em 16 estados em 2019, mas informalidade é recorde

Gomes é o relator do ofício no qual o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determina a perda do mandato de Selma por caixa 2 e abuso do poder econômico nas eleições de 2018. Ele notificou a colega nesta quinta-feira (13) e afirmou que vai seguir todos os ritos processuais. A senadora terá dez dias úteis, a partir desta sexta-feira (14), para apresentar a defesa do seu mandato.

Decisão do TSE
Em dezembro, por 6 votos a 1, os ministros do TSE confirmaram a cassação do mandato de Selma Arruda, decidida pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso. A decisão também alcança os suplentes. A chapa teria contratado uma empresa de publicidade para fazer material de pré-campanha e de campanha antes do período eleitoral, com uso ilícito de meios de comunicação. Além disso, pagamentos foram feitos à margem da contabilidade da campanha, diz o acórdão. A Justiça Eleitoral também convocou nova eleição ao Senado em Mato Grosso para o dia 21 de abril.

Com informações da Agência Senado.

Compartilhe agora!