Jornalista do The Guardian corrige inglês e ironiza a Secom de Bolsonaro

Publicado em 4 fevereiro, 2020

O jornalista Tom Phillips, correspondente do jornal inglês The Guardian para a América Latina, corrigiu a gramática usada pela Secretaria de Comunicação de Bolsonaro para atacar a cineasta Petra Costa.

“Eu acho que a Secom quis dizer ‘que ela perdeu completamente o contato com’…” escreveu Tom no Twitter. O erro está em “loses all contact”, o correto seria “lost touch”.

E completa: “Inglês e moderação não parece ser o ‘forte’ deles. Confira:

Tom Phillips é o autor de uma matéria para o The Guardian narrando os ataques da Secom e do governo Bolsonaro contra Petra Costa e seu filme, “Democracia em Vertigem”.

LEIA TAMBÉM
Lula critica ataque do governo Bolsonaro contra Petra Costa

Dilma defende Petra Costa: “Motivo de orgulho para o Brasil”

Ataque da Secom de Bolsonaro contra Petra Costa é criminoso, diz deputado

Vem aí o documentário de Temer para provar que ‘não foi golpe’