Greve dos Petroleiros: TRT do Paraná suspende demissões na Fafen

Compartilhe agora


O Tribunal Regional do Trabalho do Paraná (TRT-PR) decidiu nesta terça-feira (18) que as demissões dos mais de mil trabalhadores da Fábrica de Fertilizantes do Paraná (Fafen-PR) devem ser suspensas pelo menos até o dia 6 de março.

A decisão aconteceu após audiência de dissídio coletivo de greve movida pelo Sindiquimica-PR contra a direção da Petrobras. A sessão foi conduzida pela desembargadora Rosalie Michaele Bacila Batista nesta tarde em Curitiba.

As demissões na Fafen são um dos pontos principais de reivindicação da greve dos petroleiros. A direção da Petrobras decidiu fechar a empresa e realizar desligamento em massa, contrariando o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) fechado com a Federação Única dos Petroleiros (FUP).

LEIA TAMBÉM:

Senado terá audiência pública para debater greve dos petroleiros

FUP reafirma continuidade da greve dos petroleiros

Fórum Interinstitucional de Defesa do Direito do Trabalho divulga nota em apoio à greve dos petroleiros