Governador bolsonarista de Rondônia manda recolher clássicos da Literatura das escolas

Publicado em 7 fevereiro, 2020

O governador bolsonarista de Rondônia, Coronel Marcos Rocha (PSL), através da Secretaria de Educação, mandou recolher dezenas de obras literárias consideradas clássicas das escolas públicas.

A lista é assustadora. Clássicos absolutos da Literatura Brasileira como ‘Macunaíma’, de Mário de Andrade e ‘Memórias Póstumas de Brás Cubas’, de Machado de Assis; estão no ‘Index’ do bolsonarismo.

Da literatura mundial também aparecem: Franz Kafka, e Edgar Allan Poe.

Um memorando assinado pelo secretário de Educação, Suamy Vivecananda Lacerda de Abreu, foi endereçado às coordenadorias regionais de educação de Rondônia. O argumento era que os livros apresentavam “conteúdos inadequados às crianças e adolescentes”.

Veja a lista de livros:

 

Questionada, a Secretaria de Educação recuou dizendo que a ordem não havia sido emitida.

Com informações do G1  e Folha de São Paulo

LEIA TAMBÉM
Apib repudia projeto de Bolsonaro que libera mineração, hidrelétricas e agronegócio nas terras indígenas

José Simão sobre Funai: “Evangelicídio! Sai dessa terra que não te pertence!”

MPF pede que Funai volte a distribuir cestas básicas para índios no Mato Grosso do Sul