Glauber Braga desafia Sérgio Moro: “Duvido que ele abra o seu sigilo telefônico. Eu abro o meu”

Compartilhe agora

Em entrevista ao portal Congresso em Foco, divulgada no último sábado (15), o deputado federal do PSOL Glauber Braga comentou mais uma tentativa de ataque a seu mandato parlamentar após ele ter chamado o ministro e ex-juiz Sérgio Moro de “capanga da milícia”, ao falar da blindagem que Moro faz aos crimes em que a família Bolsonaro está envolvida.

LEIA TAMBÉM:
Petroleiros farão ato no centro do Rio de Janeiro nesta terça-feira

Ministros do STF podem ser alvo de terroristas, diz PF

Medida Provisória da ‘carteirinha estudantil bolsonarista’ perde validade

Um deputado da base governista entrou com uma ação no Conselho de Ética da Câmara contra Glauber Braga por suas declarações na sessão com o ministro. Em resposta, Glauber Braga anunciou que irá se defender nas instâncias necessárias e que não retira uma palavra do que disse. “O que disse foi embasado em fatos concretos. Moro tem trabalhado para blindar a família Bolsonaro”, disse Glauber ao Congresso em Foco.

Ainda propôs um desafio ao ministro Sérgio Moro: “Duvido que ele abra o seu sigilo telefônico. Eu abro o meu”, propõe o deputado do PSOL para que o ex-juiz comprove que não teve contato com o delegado responsável por inocentar o senador Flávio Bolsonaro em inquérito que apurava suspeitas sobre transações imobiliárias do filho do presidente.