Deputado do PSL quer revogar trecho da Lei dos Partidos Políticos que pune infidelidade

Deputado federal Sanderson (PSL-RS).
Um projeto de lei, de autoria do deputado federal Ubiratan Antunes Sanderson (PSL-RS), pretende revogar o trecho da Lei dos Partidos Políticos que prevê punição ao parlamentar que contraria, por meio de atitude ou do voto, orientações da legenda.

Segundo a lei vigente, além de medidas disciplinares básicas, o estatuto do partido poderá prever a suspensão do direito do parlamentar de votar em reuniões internas da legenda ou a perda de cargos ou funções que desempenha na casa legislativa, caso desrespeite diretrizes legitimamente definidas pela direção do partido.

LEIA TAMBÉM:
Bretas ‘segue os passos de Moro’ ao se aproximar de políticos, diz advogada pela democracia

PT divulga nota em apoio à greve dos petroleiros

Vem aí nova greve de caminhoneiros na quarta-feira, dia 19

“Não posso deixar de registrar que, hoje, muitos partidos têm donos. São verdadeiros feudos de famílias, onde parlamentares não conseguem ter ideias próprias e ficam à mercê de um sistema de escravidão partidário que desconsidera os milhões de votos obtidos pelo parlamentar”, argumenta o autor do projeto.

Tramitação
O projeto será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados. Depois, seguirá para o plenário da Casa.

Com informações Agência Câmara.