Camilo Santana: “Anistia de quem fizer motim é inegociável”

Compartilhe agora

Governador do Ceará, Camilo Santana (PT).
Em entrevista ao jornal O Povo, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), disse que não haverá anistia para os policiais militares que estão amotinados desde a última terça-feira, 18.

“Anistia de quem fizer motim é inegociável”, afirmou Camilo Santana. “Não há acordo com quem age mascarado cometendo crimes”, acrescentou.

LEIA TAMBÉM:
Bolsonaristas convocam “Operação Foda-se” para dia 15 de março

Quem quer um Brasil para todos tem que ir para rua dia 18 de março, diz presidente da CUT

Vigário Geral traz Bozo presidente fazendo ‘arminha’; assista

O governador cearense disse ainda que a maioria da tropa não está envolvida nos motins.

“A grande maioria da tropa é formada por homens e mulheres de bem. Esses que estão nos motins não representam a polícia”, afirmou.

Nesta sexta-feira (21), Camilo Santana visitou quartéis da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e delegacias da Polícia Civil para agradecer ao trabalho dos profissionais de segurança.

“Eu confio na Polícia Militar do Ceará, os cearenses confiam em vocês e quero dizer o meu compromisso de continuar e o que eu puder fazer enquanto governador para valorizar a minha tropa, a nossa tropa, a gloriosa Polícia Militar, eu farei”, disse na ocasião.

Assista ao vídeo: