Bolsonaro sobre relatório que isenta Flávio: “Pergunta pra PF”

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não quis comentar nesta segunda-feira (3) a investigação da Polícia Federal (PF) que isenta seu filho, o senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), de ter praticado os crimes de lavagem de dinheiro e de falsidade ideológica .

“Pergunta pra PF”, disse Bolsonaro a jornalistas ao chegar para a cerimônia de lançamento da pedra fundamental do Colégio Militar de São Paulo.

LEIA TAMBÉM:
A Folha tenta reescrever a história, segundo os interesses dos ricos

Sessão solene marca abertura do ano legislativo no Congresso

Centrais sindicais e movimentos sociais protestam contra Bolsonaro nesta segunda em SP

Reportagem publicada nesta segunda-feira pelo jornal Folha de S. Paulo, mostra que a PF, que é comandada pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, concluiu não haver indícios de que Flávio tenha cometido os crimes de lavagem de dinheiro e de falsidade ideológica no inquérito eleitoral que mira tanto as negociações de imóveis feitas pelo filho mais velho do presidente, como a sua declaração de bens na eleição de 2018. No sentido oposto, porém, o Ministério Público do Rio de Janeiro sustenta que Flávio lavou até R$ 2,3 milhões com transações imobiliárias e com sua loja de chocolates.

O relatório final da PF sobre o caso deve ser entregue à Justiça nos próximos dias.