Bolsonaro já agrediu outras jornalistas; confira

Compartilhe agora

A repórter Patrícia Campos Mello não está sozinha. Outras repórteres, de outros órgãos de imprensa, também já foram agredidas por Jair Bolsonaro (sem partido).

O método do agora presidente da República, contra as mulheres, vem de longa data. Vide o caso de Manuela Borges, outrora na Rede TV:

  • “Você é bonita, por sinal”
  • “Vc é uma idiota!”
  • “Eu tô cagando e andando pra vc, tô me lixando”
  • “Você é uma analfabeta!”

Bolsonaro não passou dos limites hoje, ao insultar a repórter da Folha. Ele apensa repetiu a tática misógina.

LEIA TAMBÉM
A Folha repudia Bolsonaro, mas mantém intacto apoio a seu nefasto projeto econômico

Lula sobre Bolsonaro: “Tá na hora dele aprender bons modos”

“As fronteiras da decência foram ultrapassadas”, diz Huck sobre fala de Bolsonaro

O líder do MTST, Guilherme Boulos, recordou outros episódios:

  • “Eu tenho 4 filhos homens, a quinta eu dei uma fraquejada e veio uma mulher”
  • “Eu não te estupro porque você não merece”
  • “Ela queria dar o furo a qualquer preço contra mim”

Por fim, a conclusão de Boulos: “Bolsonaro odeia as mulheres.”

Assista ao vídeo com a agressão de Bolsonaro a Manuela Borges, em 2014: