Bolsonaro insulta repórter da Folha com insinuação sexual: “Ela queria dar o furo a qualquer preço”

Compartilhe agora

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) insultou na manhã desta terça-feira (18), com insinuação sexual, a jornalista Patrícia Campos Mello, do jornal Folha de S.Paulo.

“Olha a jornalista da Folha de S.Paulo. Tem mais um vídeo dela aí. Não vou falar aqui porque tem senhoras aqui do lado. Ela falando: ‘Eu sou (…) do PT’, certo? O depoimento do Hans River, foi final de 2018 para o Ministério Público, ele diz do assédio da jornalista em cima dele”, afirmou o presidente na saída do Palácio da Alvorada.

LEIA TAMBÉM:
OAB aciona CNJ contra Marcelo Bretas por participação em eventos políticos com Bolsonaro

Em carta, 20 governadores criticam declarações de Bolsonaro

Bolsonaro e Crivella formam par em ‘dancinha’ gospel; veja o vídeo

Em seguida, Bolsonaro fez, aos risos, o insulto com insinuação sexual contra Patrícia.

“Ela [repórter] queria um furo. Ela queria dar o furo a qualquer preço contra mim [risos dele e dos demais]”, disse.

As declarações do presidente foram uma referência ao depoimento de Hans River do Rio Nascimento dado à CPMI das Fake News no Congresso.

Hans, ex-funcionário da Yacows, empresa que realizou disparos de mensagens em massa pelo WhatsApp contra o PT durante a eleição de 2018, prestou depoimento na CPMI no último dia 11. Na ocasião, ele acusou Patrícia de se insinuar sexualmente em troca de informações.

Assita ao vídeo:

Com informações da Folha.