Bolsonaro indica pastor Tutuca e produtora evangélica para a Ancine


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) submeteu ao Senado Federal, para apreciação, os nomes de Edilásio Santana Barra Júnior, o pastor Tutuca, e Veronica Brendler para a diretoria da Agência Nacional do Cinema (Ancine). As indicações constam de mensagem publicadas no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (21).

Edilásio é jornalista, apresentador de TV, empresário de eventos e pastor evangélico e já estava na Ancine, como superintendente de Desenvolvimento Econômico da agência. Veronica Brendler é jornalista, produtora cultural, cineasta e idealizadora do Festival Internacional de Cinema Cristão (FICC), realizado desde 2013 no país.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro radicaliza e indica pastores evangélicos para a diretoria da Ancine

Fernanda Montenegro critica Bolsonaro e diz que direção da Ancine é ‘assassina’

Ancine censura cartazes de filmes e faz ‘filtro’ de notícias no site

Para assumir as funções na Ancine, os indicados devem passar por uma sabatina no Senado e precisam ter seus nomes aprovados por comissão e pelo plenário da Casa.