Bolsonaro abandona brasileiros, que fazem apelo para serem regatados na China

Brasileiros na China fazem vídeo pedindo que governo de Jair Bolsonaro os retirem de país afetado pelo surto do coronavírus — Foto: Reprodução/YouTube via BBC.
Diferentemente de outros governantes no mundo, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declarou que não irá resgatar os brasileiros isolados em Wuhan, epicentro do surto de coronavírus na China. Por isso, esses cidadãos apelaram gravando um vídeo no Youtube.

Os brasileiros isolados em território chinês lembraram em seu apelo que outras nações resgataram seus cidadãos, a exemplo dos Estados Unidos, Reino Unido, Austrália e França.

“Nós somos homens, mulheres e crianças de vários estados e regiões do Brasil. Estudantes e trabalhadores, indivíduos e famílias de brasileiros na China”, relata um dos brasileiros no vídeo.

“No momento em que essa carta está sendo escrita, não há, entre nós, quaisquer casos de contaminação comprovada ou até mesmo sintomas de infecção por coronavírus”, afirma outro.

Todos os brasileiros terminam o vídeo dizendo: “Brasil, casa de todos nós”.

Na semana passada, o presidente Bolsonaro disse que não iria resgatar os brasileiros na China por falta de previsão orçamentária. Segundo ele, seria inviável uma operação ao país asiático.

LEIA TAMBÉM
Coronavírus tem a primeira morte fora da China

Bárbara Gancia “reginou” ao atacar Suplicy e Bernie Sandres, dizem as redes sociais

Esvaziado e sem ter o que comandar, Onyx balança, mas não cai

“Se me arranjarem recursos e meios, começamos a arranjar (voos) a partir de agora”, declarou o presidente. “Custa caro um voo desses. Ali, se for fretar um voo é acima de 500 mil dólares o custo. Pode ser pequeno para o tamanho do orçamento brasileiro, mas depende da aprovação do Parlamento. Aí é com eles”, eximiu-se o presidente da República.

Na prática, o “patriota” Bolsonaro abandonou os brasileiros no estrangeiros num momento que eles mais precisam de seu País.

O governo Jair Bolsonaro jura, no entanto, que estuda estratégias para buscar brasileiros na China, mas é preciso antes resolver entraves diplomáticos, jurídicos e orçamentários.

Por outro lado, o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) disse que não será entrave para resgatar os brasileiros isolados em território chinês. “Se esta for a decisão do governo, e o governo entender que existe urgência, e ele concorda que existe, o governo tem instrumentos para organizar o orçamento.”

Assista ao vídeo com o apelo dos brasileiros na China:

Com informações da BBC Brasil.