Abraham Weintraub caiu do MEC, diz Globo

Compartilhe agora

“Seu Creysson”, como é chamado o ministro Abraham Weintraub, vai deixar o MEC até o mês de maio.
O jornalista Lauro Jardim, de O Globo, afirmou que o ministro Abraham Weintraub será mesmo exonerado do Ministério da Educação (MEC).

O prazo para que o titular do MEC deixe a pasta é o mês de maio, segundo informou neste domingo (23) o colunista do Globo.

Associado à imagem de incompetência, Weintraub não vai ficar na chuva. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) irá realocá-lo num cargo mais à “altura” da capacidade do ministro.

Jardim a notícia da atribui a defenestração do ministro da Educação a “alguns ministros palacianos”, que ressaltam a expectativa de que Weintraub será alocado em outro “lugar” do governo.

LEIA TAMBÉM
Damares aparece de grinalda e pede “respeito” no Carnaval

Bolsonaro e Michele estão separados, sugere velha mídia

Viúva de Marielle desfila, com nova namorada, no ‘rebuceteio’ do TocoXana

Weintraub não gostou de ler sobre sua “demissão” no Globo e, por isso, disse que bloquearia o jornalista Lauro Jardim.

“Esse tal de Lauro eu vou bloquear, afinal, ele falou bye bye”, tuitou.

O ainda ministro do MEC disse que também bloqueou os jornalistas Reinaldo Azevedo (Folha), Eliane Cantanhêde (Estadão), Mônica Bergamo (Folha) e Chico Pinheiro (Globo). “Meu Twitter minhas regras”, reagiu Weintraub.

Desqualificado, o demissionário Abraham Weintraub postou um derradeiro vídeo em que ele aparece se barbeando, tirando o bigode, “antes que algum jornalista resolva dar o furo” de que ele seria o Hitler.