Véio da Havan oferece recompensa por informações de “terrorista” que incendiou estátua da liberdade

O empresário bolsonarista Luciano Hang, conhecido como véio da Havan, ofereceu, nesta sexta-feira (10), cem mil reais por informações que levem ao “terrorista” que incendiou a réplica da estátua da liberdade de uma de suas lojas em São Carlos, no interior de São Paulo.

Em vídeo postado em suas redes sociais, o véio da Havan aparece vestido de xerife e afirma que “é como se fazia no velho Oeste”. “Para pegar o bandido o xerife dava recompensa”, diz.

LEIA TAMBÉM:
Porta dos Fundos: Toffoli derruba censura contra especial de Natal

OAB entra na Justiça contra cobrança de tarifa sobre cheque especial

Bolsonaro desmonta Dataprev: Fecha 20 unidades e demite funcionários

No vídeo, o empresário também afirma que um laudo da polícia comprova que “o incêndio foi criminoso”.

Assista ao vídeo: