Véio da Havan ‘mamou nas tetas’ do BNDES, diz Frota

Publicado em 2 janeiro, 2020


O deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP), batedor oficial do governador João Doria, compartilhou reportagem em seu perfil no Twitter, nesta quinta-feira (2), revelando que o dono das lojas Havan teve acesso aos generosos empréstimos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) do fundo Finame para expandir e capitalizar os seus negócios.

Segundo a reportagem, reproduzida por Frota, o empresário bolsonarista teria fraudado o banco de fomento ao contratar empréstimos para expandir a rede de lojas pelo Finame, que se destina à aquisição de máquinas e equipamentos industriais, e que, segundo regras do BNDES, não se ajustaria a empresas de varejo.

“Bolsonaro depois de encontrar HANG na lista do Bndes desistiu de caixa Preta. Que na verdade nunca existiu. Bolsonaro falou de Doria mas não soube até agora explicar os 50 empréstimos do Hang”, tuitou o neotucano Frota.

LEIA TAMBÉM:

Frota detona Flávio Bolsonaro e cobra ação de Moro sobre ‘Rachadinhas’

Segundo Frota, a presença de Luciano Hang nas lista de tomadores de empréstismos do BNDES arquivou a divulgação da fake news sobre a existência de uma pretensa “caixa preta” no banco e operada nos governos de Lula e Dilma.