Porta dos Fundos: Polícia do Rio vai procurar terrorista foragido em Santa Catarina


A Polícia Civil do Rio de Janeiro vai pedir ajuda da força policial de Santa Catarina para localizar Eduardo Fauzi Richard Cerquise, de 41 anos, um dos autores do ataque à sede produtora de vídeos do Porta dos Fundos, no Humaitá, Zona Sul do Rio. Segundo o “RJTV”, da TV Globo, ele teria dito a amigos, por meio de um aplicativo de mensagens instântaneas, que está em Florianópolis.

Fauzi está foragido desde terça-feira (31), quando foi alvo de uma operação policial, e publicou um vídeo na internet no dia seguinte no qual chama os integrantes da produtora de “criminosos, marginais e bandidos”. Nas imagens, ele expõe críticas ao especial de Natal do Porta dos Fundos (“A primeira tentação de Cristo”) por retratar Jesus Cristo como gay.

Os investigadores acreditam que o grupo responsável pela ação era formada por cinco pessoas — Fauzi seria o motorista do carro que aparece nas imagens registradas por câmeras de segurança. Em uma das gravações, ele é visto após o ataque em uma rua de Botafogo desembarcando e retirando uma fita que escondia a identificação do automóvel.

Além de Fauzi, que atuava como guardador de carros no Rio, a polícia também investiga outras quatro suspeitos de participação no ataque.

LEIA TAMBÉM:

Terrorista que atacou Porta dos Fundos é ‘bolsonarista’ do PSL

Daciolo profetiza sobre a Porta dos Fundos: “Porchat vai encontrar Jesus”; assista

O grupo chegou a divulgar um vídeo nas redes sociais reivindicando o atentando em nome de um autointitulado “Comando de Insurgência Popular Nacionalista da Família Integralista Brasileira”. Fauzi era militante do grupo Frente Integralista Brasileira (FIB), do qual foi expulso na última terça.

A Delegacia de Crimes de Informática (DRCI) do Rio já quebrou, com autorização da Justiça, a quebra de sigilo de dados telemáticos desses suspeitos. Nos próximos dias, mensagens enviadas por eles em plataformas como e-mail, Whatsapp, Facebook e Messenger serão analisadas pela corporação.