Perpétua propõe concurso emergencial no lugar de militares no INSS

Publicado em 15 janeiro, 2020
Compartilhe agora!

A deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC) criticou a decisão do governo de convocar sete mil militares da reserva para trabalharem no INSS na redução da fila dos pedidos de benefícios.

Para Perpétua, Bolsonaro não entende o papel das Forças Armadas e quer transformar os militares na panaceia do Brasil.

Ela propõe que sejam chamados servidores aposentados ou que seja realizado um concurso emergencial, com tempo determinado de trabalho, o que é perfeitamente legal.

Confira:

A ideia de chamar os militares é para tentar diminuir a fila de quase 2 milhões de pedidos de aposentadorias e de benefícios. Desde a reforma da Previdência no ano passado, nenhuma aposentadoria foi concedida pois os computadores não estão preparados para realizar os cálculos necessários.

LEIA TAMBÉM
Militares da reserva vão atuar no INSS para reduzir a fila de 2 milhões de benefícios

Bolsonaro ‘pedalou’ com verbas da previdência para pagar 13° do Bolsa Família

Envergonhado, Bolsonaro aumenta mais R$ 6 no salário mínimo

Moro cogita desistir do Roda Viva, se Intercept participar de entrevista

 

Compartilhe agora!