MPF pede que chefe da Secom de Bolsonaro seja investigado por corrupção

Publicado em 28 janeiro, 2020

O Ministério Público Federal de Brasília pediu à Polícia Federal a abertura de inquérito criminal para investigar o chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência da República, Fabio Wajngarten.

O objetivo é apurar supostas práticas de corrupção passiva, peculato e advocacia administrativa, o chamado conflito de interesses.

Wajngarten é dono de uma empresa que tem contratos e recebe pagamentos das emissoras de TV e agências de publicidade que ele mesmo contrata como chefe da Secom.

Bolsonaro volta a atacar a imprensa e diz que mantém chefe da Secom

Chefe da Comunicação de Bolsonaro se enrola cada vez mais

Vaza Jato: Dallagnol usou Antagonista para interferir no Banco do Brasil

Com informações da Folha de São Paulo.