Moro celebra desempenho no Roda Viva ‘chapa branca’


Por dever de ofício, a redação do Blog do Esmael acompanhou o programa Roda Viva nesta noite de segunda-feira (20). A missão foi dura, não foi fácil aguentar as levantadas de bola do Felipe Moura Brasil, a embromação do ex-juiz em cada resposta e as perguntas água com açucar dos entrevistadores. A audiência do programa até caiu, segundo constata a medição da Kantar Ibope Media.

No Twitter, Moro até celebra a performance e exagera quando cita a “dureza” dos jornalistas, que evitaram perguntas sobre as fugas do PCC na fronteira com o Paraguai e no Acre, a roubalheira de Fabio Wanjgarten na Secom, o caso Queiroz e a Vaza Jato.

Um Roda Viva “chapa branca”, morno, que foi vencido pelo sono.

Já a nossa amiga Vera Magalhães pegou leve e nem de longe lembrou a “Vera da Ku Klux Pan”, que batia duro e sem piedade no PT e no lombo da ex-presidente Dilma.

LEIA TAMBÉM:

Audiência de Moro no “Roda Viva” cai 60%

Guedes em Davos para ‘vender’ o Brasil

Análise: o sono venceu na entrevista com Moro