Lula desmente ‘fake news’ de Bolsonaro sobre acordo nuclear com Irã em 2010

Compartilhe agora


O ex-presidente Lula desmentiu mais uma fake news de Bolsonaro sobre o acordo nuclear com Irã costurado por Lula em 2010. “Ele mentiu ao dizer que Lula, enquanto presidente da República, esteve no Irã e defendeu que o país pudesse enriquecer urânio acima de 20%”, alertou o Instituto Lula

O texto do Instituto Lual diz ainda que “o chamado “Acordo de Teerã”, fechado em 2010 é considerado até hoje como o melhor acordo nuclear já feito com o Irã. O próprio Obama escreveu uma carta dizendo expressamente que as condições conseguidas na negociação fechada pelo Brasil e pela Turquia eram as ideais.

Nesta quarta-feira (8), em uma live de apoio aos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro lançou a fake news sobre a atuação de Lula. Na entrevista, Bolsonaro disse que Luiz Inácio Lula da Silva, enquanto presidente da República, esteve no Irã, e defendeu que aquele regime pudesse enriquecer urânio acima de 20%”. Isso jamais existiu. A mentira, reproduzida pelos meios de comunicação, é facilmente desmascarada com uma simples busca no Google, assegura a assessoria de Lula.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro, sem ter o que dizer, cancela ida a Davos

Trump diz que ataques do Irã não deixaram vítimas

Não à guerra. Nossa bandeira é a paz! Por Milton Alves

*Com informações do Instituto Lula