joice em curitiba com bolsonaro

Joice Hasselmann acusa Bolsonaro de ‘estelionato eleitoral’


A deputada Federal Joice Hasselmann (PSL-SP), em entrevista à Rádio CBN, acusou Jair Bolsonaro de estelionato eleitoral. Para ela, o presidente se vendeu como um conservador liberal, mas após eleito, adotou uma postura militarista, nacionalista e reacionária.

“É óbvio para qualquer um que todos nós nos enganamos, foi um estelionato eleitoral o que aconteceu. A traição foi na promessa de mudança, na promessa de que seria diferença. Me sinto traída porque acreditei em algo que não está acontecendo. Nesse ponto, eu me arrependo profundamente. Eu acabei acreditando em um sonho”, declarou a bolsonarista arrependida.

A parlamentar disse ainda que Bolsonaro pode não terminar seu mandato: “Eu me enganei e lamentavelmente me arrependo, porque disse as pessoas que ele mudaria, que ele não era preconceituoso. Um presidente da República que fala como se fosse um botequeiro de quinta categoria, xingando pessoas. Se ele continuar do jeito que está, vai chegar em frangalhos ao fim do mandato, ou corre o risco de nem chegar ao fim do mandato”, afirmou.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro volta a atacar a imprensa e diz que mantém chefe da Secom

CPMI das ‘fake news’ identifica os principais robôs bolsonaristas do Whatsapp

OCDE é um “terreno na Lua” que Bolsonaro comprou de Trump

Joice tem sido atacada constantemente nas redes sociais pelas milícias digitais ligadas aos bolsonaristas, após denunciar o “gabinete do ódio” instalado no Palácio do Planalto na CPMI das Fake News do Congresso Nacional.

Jair Bolsonaro recentemente só se refere a deputada Joice como “fofuxa” e seus seguidores nas redes sociais são mais agressivos, costumam chamá-la de “Pepa Pìg”.