Itamaraty decreta sigilo sobre lista de convidados da posse de Bolsonaro

Publicado em 14 janeiro, 2020

O Itamaraty decretou sigilo sobre a lista de convidados do coquetel de posse de Jair Bolsonaro realizado em 1º de janeiro do 2019, informa no O Globo, a jornalista Bela Megale.

De acordo com Bela Megale, o sigilo foi estabelecido logo depois que um cidadão pediu, via lei de acesso à informação, os nomes das pessoas chamadas para o evento.

.

LEIA TAMBÉM:
Envergonhado, Bolsonaro aumenta mais R$ 6 no salário mínimo

Moro cogita desistir do Roda Viva, se Intercept participar de entrevista

Lula será entrevistado pela TVT nesta quarta-feira

.

“O órgão recorrido esclarece que a assinatura do TCI (Termo de Classificação da Informação) ocorreu durante o curso de tramitação do presente processo”, diz o documento da Comissão Mista de Reavaliação de Informações ao qual a jornalista teve acesso.

Bela Megale destaca que o órgão determinou que o sigilo só seja levantado quando o governo Bolsonaro terminar, inclusive em caso de reeleição.

Em vídeo postado no Twitter, o líder do PT na Câmara do Deputados, Paulo Pimenta (RS), afirmou que o partido vai entrar com um requerimento na Câmara dos Deputados solicitando às informações com o objetivo de disponibiliza-las para toda a sociedade brasileira. “ Por qual razão Bolsonaro quer esconder do povo brasileiro a lista de convidados? Quem estava neste coquetel? Quem foi convidado que nós não podemos saber?”, questionou no vídeo o deputado petista.

.

Assista ao vídeo: