Irã diz que não entregará caixas-pretas de avião ucraniano aos americanos

Publicado em 8 janeiro, 2020

A Organização da Aviação Civil do Irã anunciou que não entregará aos Estados Unidos as caixas-pretas da aeronave ucraniana que caiu logo após decolar do aeroporto de Teerã, nesta quarta-feira (8). O Boeing 737 transportava 176 pessoas. Ninguém sobreviveu.

LEIA TAMBÉM:
Netanyahu: Irã terá ‘resposta retumbante’ em caso de ataque a Israel

Aiatolá Khamenei diz que ataque com mísseis foi “tapa na cara” dos EUA

Por Israel, Bolsonaro estuda envio de tropas no Oriente Médio

Ali Abedzadeh, diretor da agência iraniana, afirmou que a investigação será feita no Irã, país onde a aeronave caiu, conforme prevê a Convenção Internacional de Aviação Civil. Os representantes da Ucrânia estarão envolvidos nesse processo, mas ele descartou a participação da fabricante Boeing, que é americana.

“Não daremos as caixas-pretas para o fabricante [Boeing], nem para os americanos”, afirmou o diretor dessa agência iraniana, Ali Abedzadeh, citado pela agência de notícias Mehr.

A tragédia aconteceu poucas horas após o Irã ter disparado mísseis contra duas bases aéreas que abrigam tropas dos EUA no Iraque, em resposta à morte do general Qassem Soleimani. No entanto, não há informações sobre relação entre os dois casos.

Com informações do G1.