cesta basica

Inflação de Bolsonaro: Cesta básica sobe 10,66% em São Paulo


A cesta básica em São Paulo (capital) aumentou 10,66% em 2019, segundo pesquisa do Núcleo de Inteligência e Pesquisas do Procon, vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania. Um aumento muito acima da inflação oficial anunciada pelo governo bolsonarista de 4,31% no ano passado.

A pesquisa, em convênio com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), apontou que o valor médio da cesta básica na cidade de São Paulo em dezembro de 2018 era de R$ 708,61 e subiu para R$ 784,16 em dezembro de 2019. Considerando o salário mínimo de R$ 998, no período, sobra muito pouco para água, luz, gás.

As variações acumuladas foram 7,55% para os produtos de Higiene, 10,96% para Alimentação, e 11,15% para Limpeza.

LEIA TAMBÉM:

E o salário mínimo de Bolsonaro e Guedes ficou abaixo da inflação

Em Davos, Huck é chamado de ‘próximo presidente do Brasil’

Moro cria perfil no Instagram e repete foto segurando calendário

Dos 28 alimentos pesquisados, 22 tiveram seus preços médios aumentados. No caso dos alimentos, os destaques ficaram com o feijão (62,61%); alho (41,97%); carne de primeira (27,18%); sabão em pó (25,14%) e carne de segunda (22,69%).

Nos produtos de Higiene, o papel higiênico teve alta de 10,86% e desodorante spray (8,79%).