Gleisi se solidariza com grupo de Maracatu cerceado pela PM no PR

Publicado em 23 janeiro, 2020

A Polícia Militar do Paraná do governador Ratinho Junior fez uma abordagem abusiva contra um grupo de Maracatu “Baque Mulher” que fazia um ensaio na Praia Brava, em Matinhos (PR).

A acusação de perturbação não fazia sentido, pois as meninas ensaiavam ao meio dia na praia.

Segundo o grupo,  a PM agiu de forma muito agressiva, eram 8 policiais em quatro viaturas alegando barulho.

Confira o tuíte da presidenta do PT com o vídeo da abordagem da polícia:

A “denúncia” foi feita por um morador de um prédio em frente a praia (perto do meio-dia). Elas ensaiavam maracatu embaixo de uma árvore entre o calçadão e a areia da praia.

Os ensaios acontecem uma vez por semana durante uma hora e meia e como eu disse na praia, quase na areia.

Três mulheres foram coagidas de forma violenta a entrar na viatura e irem para a delegacia. Um dos policiais chamou de vadia uma das coordenadoras que tentava conversar e pedir por seus direitos.

LEIA TAMBÉM
Promotoria pede júri popular a réus de caso Marielle

Artigo de Lula no Washington Post em defesa de Glenn Greenwald

Gleisi diz que MPF abusa do poder para se vingar de Greenwald