Deputados do PCdoB querem embargar editais nazistas da Cultura

Publicado em 17 janeiro, 2020

Parlamentares da bancada do PCdoB na Câmara repudiaram nesta sexta-feira (18) o vídeo publicado por Roberto Alvim, secretário de Cultura de Bolsonaro, com referências nazistas.

Diante de pressões de setores políticos e sociais, o secretário foi demitido pelo presidente.

A líder da Minoria na Câmara, Jandira Feghali (PCdoB-RJ), destacou que a exoneração não resolve o problema dos editais que, na avaliação dela, apontam para censura. Pelas redes sociais, ela defendeu o embargo.

Outros deputados da legenda como Perpétua Almeida, Marcio Jerry e Daniel Almeida também se manifestaram no mesmo sentido.

As informações são do PCdoB.