Conselho de Ética da Presidência pune Weintraub por ataque a Lula e Dilma

O Conselho de Ética da Presidência da República aplicou, por unanimidade, uma advertência ao ministro da falta Educação, Abraham Weintraub. Ele comparou os ex-presidentes Lula e Dilma à droga (cocaína) encontrada em avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

O comentário foi feito em junho do ano passado, quando o sargento Manoel Silva Rodrigues foi preso ao tentar transportar 39 kg de cocaína ao Japão. A aeronave da FAB que levava a droga integrava a comitiva presidencial de Jair Bolsonaro ao país.

LEIA TAMBÉM
Frota ‘pede a cabeça’ de Weintraub para a PGR

‘Enem tá complicado’, diz Bolsonaro e cerco se fecha contra Weintraub

Globo diz que Weintraub está no “bico do corvo” e pode ser demitido por Bolsonaro

Pelo Twitter, Weintraub ironizou o episódio dizendo que “no passado, o avião presidencial já transportou drogas em maior quantidade. Alguém sabe o peso do Lula ou da Dilma?”.

O relator na Comissão, Erick Biill Vidigal, reconheceu a ocorrência de infração ao Código de Conduta da Alta Administração e votou pela aplicação da penalidade de advertência. Ele também recomendou que o ministro se atente aos padrões éticos em vigor.

Com informações da Revista Fórum.