China diz que EUA devem parar sua “aventura militar” no Oriente Médio

Publicado em 6 janeiro, 2020
Compartilhe agora!

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, disse nesta segunda-feira (6) que os EUA devem parar sua “aventura militar” no Oriente Médio e apostar no diálogo para evitar uma escalada de tensão na região.

“Pedimos aos EUA e às partes interessadas que não usem a força, exercitem a moderação para evitar mais atritos”, disse Geng. Ele também afirmou que é necessário “tomar medidas para voltar ao diálogo ” que permita “reduzir as contradições”.

LEIA TAMBÉM:
Deputado compartilha vídeo que seria do ataque dos EUA a Qasem Soleimani, assista

Multidão se reúne para funeral do general Soleimani no Irã; filha alerta EUA para “dia sombrio”

Expulso do Iraque, Trump quer bilhões para deixar o País

Na quinta-feira passada, um ataque aéreo lançado pelo Pentágono no Iraque matou 12 pessoas, incluindo o general iraniano Qassem Soleimani.

Em resposta, o presidente do país persa, Hasán Rohaní, disse um dia depois que “o Irã e outros países que buscam liberdade na região vingarão” a morte de Soleimani, considerado um herói nacional.

Já o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que Washington “estabeleceu 52 alvos iranianos, […] alguns de nível muito alto e muito importante para o Irã e para a cultura iraniana”, e prometeu que “eles serão atingidos muito rápido e com muita força” se os interesses ou cidadãos dos EUA forem atacados por Teerã.

Com informações da RT.

Compartilhe agora!