Bolsonaro promove a bajulação e o autoelogio com mentiras no Twitter

Publicado em 29 janeiro, 2020

O presidente Bolsonaro está se achando ‘a última bolacha do pacote. Ele publicou um texto em seu Twitter que mistura bajulação, pois foi escrito pelo general Augusto Heleno, mentiras e autoelogio.

Vejam:

A parte mais ridícula é que, para o general Heleno, o combate à corrupção foi feito com a indicação dos ministros “Ministros Guedes, Tarcísio, Moro, Tereza Cristina, Damares, Pontes, etc.”

Pelo menos o general teve o cuidado de não citar o ministro do turismo laranjal Marcelo Álvaro Antônio. Ou o chefe da Secom. Ou Weintraub… Ou Roberto Alvim… etc.

LEIA TAMBÉM
Governo Bolsonaro sabia do apagão que viria no INSS há 6 meses

Nova marca da Embratur causa espanto e revolta nas redes

PF indicia ministro do Turismo por esquema de candidaturas laranja do PSL

MPF pede que chefe da Secom de Bolsonaro seja investigado por corrupção