Apesar das filas no INSS, Bolsonaro anuncia privatização do Dataprev

Publicado em 16 janeiro, 2020


O governo Bolsonaro incluiu o Dataprev, empresa de tecnologia do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), no programa de privatizações do governo federal. O decreto foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) nesta quinta-feira (16).

A decisão do presidente Jair Bolsonaro acontece em meio ao caos da volta das filas no INSS. Dois milhões de brasileiros aguardam a aprovação de seus benefícios, como aposentadorias e indenizações.

“Fica qualificada, no âmbito do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República (PPI), e incluída no Programa Nacional de Desestatização (PND) a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência (Dataprev)”, diz o decreto.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro desmonta Dataprev: Fecha 20 unidades e demite funcionários

Convocação de militares para atuar no INSS é falta de gestão, diz ex-ministro

Petroleiros realizam ato contra fechamento da Fafen no Paraná nesta sexta

O governo já havia anunciado a intenção de privatizar o Dataprev, que vai encerrar suas atividades em 20 estados. Os funcionários que não aderirem ao programa de demissão, não serão aproveitados pelo serviço público federal.