Advogados de Glenn Greenwald emitem nota sobre denúncia

Os advogados Rafael Borges e Rafael Fagundes, que representam Glenn Greenwald, afirmaram em nota que receberam com perplexidade a notícia da denúncia contra seu cliente.

“Trata-se de um expediente tosco que visa desrespeitar a autoridade da medida cautelar concedida na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) nº 601, do Supremo Tribunal Federal, para além de ferir a liberdade de imprensa e servir como instrumento de disputa política”.

“Seu objetivo é depreciar o trabalho jornalístico de divulgação de mensagens realizado pela equipe do The Intercept Brasil em parceria com outros veículos da mídia nacional e estrangeira. Os advogados de Glenn Greenwald preparam a medida judicial cabível e pedirão que a Associação Brasileira de Imprensa, por sua importância e representatividade, cerre fileiras em defesa do jornalista agredido.”

Em nota à coluna Mônica Bergamo, Glenn afirmou que a denúncia “é uma tentativa óbvia de atacar a imprensa livre em retaliação pelas revelações que relatamos sobre o ministro Moro e o governo Bolsonaro”.

LEIA TAMBÉM
Gleisi diz que MPF abusa do poder para se vingar de Greenwald

URGENTE: MPF denuncia Glenn Greenwald por “ligação com hackers”

Polícia Federal inocenta Glenn Greenwald e Manuela D’Ávila nas invasões de hackers

Delação de hacker inocenta Glenn Greenwald e Manuela D’Ávila

Análise: o sono venceu na entrevista com Moro

Com informações da Folha de São Paulo