Presidente da Argentina aplica provas finais a alunos no curso de Direito Penal

Publicado em 13 dezembro, 2019
Compartilhe agora!

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, compareceu nesta sexta-feira (13) na Faculdade de Direito da Universidade de Buenos Aires (UBA) para aplicar provas finais.

Empossado na última terça-feira (10), o novo presidente argentino é professor da cadeira de Direito Penal.

“Não quis deixar de vir hoje à Faculdade de Direito da Universidade de Buenos Aires para aplicar provas finais aos meus alunos de Direito Penal”, disse Fernández.

O presidente fez questão de afirmar que a educação pública e gratuita é um dos valores mais importantes que os argentinos têm.

“Vamos defendê-la com o exemplo e com os recursos financeiros e humanos que ela merece”, prometeu.

Enquanto isso, no Brasil, Abraham Weintraub é o pior ministro da Educação que o país já teve. A jornalista Miriam Leitão, da Globo, disse sua saída seria um avanço civilizatório.

O diabo é que o presidente Jair Bolsonaro é tão nefasto para educação quanto seu ministro está sendo para as universidades públicas. Eles atacam as instituições de ensino superior, quando deveriam defendê-las.

LEIA TAMBÉM
Vox Populi: 57% da população apoia e acha justa a soltura de Lula

“Janja Moro”, mulher de Sérgio Moro, pode disputar a Prefeitura de Curitiba

Caminhoneiros não são de nada, desafia o governo, que aposta em fracasso da greve

Compartilhe agora!