Ministro da Educação culpa o PT pelo mau resultado do Brasil no Pisa

Publicado em 3 dezembro, 2019
Compartilhe agora!

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou nesta terça-feira (3) que o mau resultado do Brasil na prova Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa), da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), é “integralmente culpa do PT”.

“Integralmente culpa do PT, integralmente culpa dessa doutrinação esquerdófila e sem ensino”, disse o ministro em entrevista a jornalistas.

LEIA TAMBÉM:
Olha o tamanho do pibinho do Bolsonaro: 0,6% no 3º tri e 1,2% em um ano

Em causa própria, Moro insiste na prisão em 2ª instância para tirar Lula de 2022

Comissão Arns repudia violência da PM na comunidade de Paraisópolis

Divulgados nesta terça-feira, os dados da edição de 2018 do Pisa mostram que o desempenho dos estudantes brasileiros está estagnado desde 2009. O Brasil aparece entre as 20 piores colocações no ranking internacional. Ao todo, foram analisados 79 países e territórios.

Em comparação com os dados de 2015, a última versão antes desta, quando foram avaliados 70 países e territórios, o Brasil caiu da 63ª para a 67ª colocação em ciências. Nessa disciplina, o país supera apenas países como Cazaquistão e Bósnia e Herzegovina, ficando para trás de Uruguai, Chile e Tailândia, por exemplo.

Já em matemática, o país desceu do 66º para o 71º posto, ficando à frente apenas de Argentina, Indonésia, Arábia Saudita, Marrocos, Kosovo, Panamá, Filipinas e República Dominicana.

Em leitura, o país permaneceu praticamente estagnado, conseguindo apenas passar da 59ª para a 58ª posição, ficando atrás de países como México e Romênia.

Questionado se responsabilizava o governo de Michel Temer (MDB), que assumiu a Presidência entre 2016 e 2018, Weintraub respondeu que ele “ficou pouco tempo” e que, por isso, “não dá para culpar o cara”. “Ele é culpado de ser vice da Dilma [Rousseff]”, disse.

Na entrevista, o ministro acusou a imprensa de “dar a entender” que os resultados do Pisa teriam ligação com o governo do presidente Jair Bolsonaro e pediu para que os jornalistas “parassem de mentir”. Ele ainda chegou a dizer que não estava de bom humor.

Com informações do Uol.

Compartilhe agora!