Lula pode arrumar problema no PT, se trouxer Marta de volta

Publicado em 2 dezembro, 2019
Compartilhe agora!
Em 2016, Marta se aliou a Michel Temer a ao golpe que derrubou a petista Dilma Rousseff.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode ter arrumado sarna para se coçar ao cogitar a volta de Marta Suplicy para disputar a Prefeitura de São Paulo pelo PT.

A militância tem se manifestado contrária à ideia do retorno da ex-prefeita aos quadros petistas.

O ator e ativista político José de Abreu, pelo Twitter, reflete o pensamento médio dos filiados no PT.

“Acho Lula um gênio, mas a Marta entra por um lado e eu saio por outro”, pontuou lacônico.

O jornalista Bob Fernandes também deu seu pitaco nas redes sociais:

“Marta de volta ao PT depois da sua deprimente e voluntária atuação no impeachment de Dilma, e para ser candidata a prefeita, é algo absolutamente inexplicável. Ponto.”

Marta se confraternizando com Janaina Paschoal, autora do pedido de impeachment de Dilma, e Ana Amélia, ex-senadora do PP –uma das mais raivosos contra os petistas.

O editor da Revista Fórum, Renato Rovai, na mesma toada de Bob Fernandes, escreveu que “até agora não tem uma pessoa que conheço de esquerda que não se empolgue com a chapa Boulos e Erundina”, porém, alertou que na esquerda não tem quem não fique puta com essa história da Marta vir a ser a candidata do PT.

A volta de Marta para o PT pode significar, muito provavelmente, uma debandada da militância rumo ao PSOL.

Lula, ligado, já deve ter colocado sua barba de molho.

O ex-presidente Lula sabe que essa é uma discussão ideológica que interessa, sobretudo, aos adversários do PT que pretendem continuar governando São Paulo.

De acordo com os manuais marxistas, lidos à exaustão no PT, a ideologia nada mais é do que a falsa representação da verdade…

LEIA TAMBÉM
Governo Bolsonaro ‘congela’ ingresso no Bolsa Família em 2020

Vídeos mostram cenas do massacre em Paraisópolis; assista

Faustão, no Domingão, esculhamba Bolsonaro ao vivo

Compartilhe agora!