Governo Bolsonaro suspende nomeação do presidente da Fundação Palmares


O governo suspendeu a nomeação do jornalista Sérgio Camargo para o cargo de presidente da Fundação Palmares, conforme edição extra do Diário Oficial da União. Antes de ser indicado para o cargo, Camargo, afirmou em suas redes sociais que o Brasil tem “racismo nutella” e que o “racismo real” existe nos Estados Unidos (clique aqui).

Nomeado para o posto no dia 27 de novembro pelo secretário especial da Cultura, Roberto Alvim, na semana passada, a indicação do jornalista havia sido suspensa pelo juiz Emanuel José Matias Guerra, da 18ª Vara Federal do Ceará. No entanto, nesta segunda-feira (9) a Advocacia-Geral da União (AGU) recorreu da decisão.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro diz que presidente suspenso da Fundação Palmares é “excelente”

Dia da Consciência Negra “propaga vitimismo”, diz presidente da Fundação Palmares

Juiz federal suspende nomeação do presidente da Fundação Palmares

Bolsonarista assumido, Camargo atacou violentamente o movimento negro e a memória de Zumbi dos Palmares.